Sistema de bibliotecas da UFRN
Notícia
BCZM explora possibilidades digitais durante isolamento 22/03/2021

por Laíza Felix de Agecom

 

Deixar a bolsa na entrada, pesquisar a referência, procurar entre as estantes. Encontrar com os colegas para estudar para uma prova ou fazer um trabalho. Tentar não fazer barulho entre os corredores compridos da Biblioteca Central Zila Mamede. Essas são algumas saudades que alunos, professores e servidores tentam aplacar depois de um ano de as portas de um dos prédios mais movimentados do campus terem se fechado por conta da pandemia de Covid-19. 

 

A tecnologia tem ajudado a BCZM a continuar funcionando mesmo sem o empréstimo de livros físicos. “As bibliotecas da UFRN mantiveram seus serviços remotos, tipo ficha catalográfica, orientação à normalização, e ampliaram outras, como disponibilização de artigos no Repositório Institucional. Também transformaram alguns serviços presenciais em remotos, que foi o caso dos treinamentos do Portal de Periódicos da Capes (que teve grande adesão da comunidade universitária)”, explica Magnólia Andrade, diretora da BCZM.

 

 

Os livros digitais foram uma alternativa aos físicos, e o acervo da Biblioteca recebeu um reforço importante. “Adquirimos mais 996 e-books em língua portuguesa, ampliando o nosso acervo digital, que na sua maioria era em inglês”, conta Magnólia. A BCZM tem, atualmente, mais nove mil livros emprestados, dos quais 1.500 foram devolvidos ao longo dos chamamentos realizados no ano passado e início de 2021. “Continuamos prorrogando os empréstimos até que a pandemia esteja mais controlada, para evitar a necessidade de devolução”, avisa a diretora.

 

A BCZM aproveitou todas as tarefas que podem ser realizadas remotamente, via internet, para investir esforços nelas. “No ano passado, realizamos treinamento on-line de 3.777 usuários no Portal de Periódicos da Capes. Juntando com os demais, capacitamos 4.022 usuários. Também conseguimos ultrapassar em muito a meta institucional do Plano de gestão desse reitorado para inserção de materiais no Repositório Institucional. Tínhamos como meta alcançar o total de 16.235 materiais disponibilizados no RI, e chegamos a 18.378. Colocamos a busca do RI no Aplicativo Bibliotecas UFRN, que pode ser baixado em celulares Android, e o usuário pode fazer a busca no acervo físico e no digital do RI”, elenca Magnólia.

 

 

Enquanto passamos por uma das fases mais duras da pandemia até aqui, a BCZM vai seguir atuando à distância. “Estamos ampliando a oferta de treinamento remotos, no último dia 15 ofertamos treinamentos sobre Repositório Institucional, no qual tivemos 100 participantes – não recebendo mais porque a sala não comportou. Estamos planejando em ofertar treinamentos de orientação a normalização”, elenca Magnólia. Hoje também foi anunciada a volta de três webinars, nos moldes dos que aconteceram em 2020. O primeiro deles será “Organização da pesquisa com a ferramenta Mendeley”, no dia 25 de março, às 16h, e as inscrições são abertas a alunos de outras instituições. Os interessados devem se inscrever clicando neste link.

 

Fonte: Portal da UFRN


Voltar