Sistema de bibliotecas da UFRN
Histórico

Em 29 de dezembro de 2010, por meio da resolução no 016/2010 do Conselho Universitário (CONSUNI), aprovou-se a criação da Unidade Acadêmica Especializada – Instituto do Cérebro (ICe), que passou a integrar a estrutura acadêmica e administrativa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

 

Essa unidade é disciplinada pelos princípios e normas do seu Regimento Interno e voltada para o desenvolvimento da tríade ensino, pesquisa e extensão, com forte ação para a internacionalização dos programas na área de Neurociências e áreas afins da Universidade, abrangendo os cursos de:

  • Pós-Graduação stricto sensu em Neurociências, em nível de Mestrado e Doutorado;
  • Bacharelado em Ciências e Tecnologia, com formação generalista no eixo de Neurociências.

 

Em 13 de maio de 2011, foi instalada a sede provisória do ICe, localizada na Avenida Nascimento de Castro, no bairro de Lagoa Nova, em Natal-RN. A unidade ocupa dois imóveis que totalizam 1.360m² e engloba uma estrutura de apoio às atividades acadêmicas e administrativas, como: salas de aulas, laboratórios, biotérios, auditório, setor administrativo, secretaria, setor de tecnologia da informação e biblioteca. A sede permanente do Instituto está em construção no Campus Central da UFRN, sendo prevista a conclusão para dezembro de 2017.

 

Em agosto de 2011, a Biblioteca Setorial “Árvore do Conhecimento” foi incorporada ao Sistema de Bibliotecas (SISBI) da UFRN. Suas atividades são desenvolvidas de acordo com as diretrizes técnicas definidas para as bibliotecas do SISBI, sob a supervisão da Coordenação das Bibliotecas Setoriais, cabendo ao Instituto do Cérebro o provimento dos recursos humanos, materiais e financeiros necessários ao seu funcionamento.

 

O nome da biblioteca, Árvore do Conhecimento, escolhido pelo então diretor do ICe, professor Sidarta Ribeiro, foi inspirado no livro homônimo dos autores chilenos Maturana e Varela, que trata sobre cognição. Nesse livro, os autores apresentam a ideia da vida como sendo um processo de busca e aquisição de conhecimento. Da mesma forma, nas instituições de ensino, a biblioteca é o espaço que intermedia esse processo no momento em que disponibiliza aos leitores o acesso ao conhecimento humano registrado.

 

Instalada em uma área física de aproximadamente 30m², a Biblioteca compreende um espaço de convivência destinado aos pesquisadores (professores e alunos) de Neurociências, cuja missão é oferecer suporte informacional em prol do desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão. Atualmente, o acervo é composto por 387 títulos e 613 exemplares, armazenado em estantes de aço face simples, em condições adequadas de conservação e com sinalização visível, além de ser protegido por um sistema de segurança eletromagnético antifurto.

 

Dessa forma, enseja-se que o Instituto do Cérebro possa manter seu compromisso de contribuir para o avanço da produção e disseminação de pesquisas tecnológicas e de inovação em Neurociências, bem como no fortalecimento da interação com a sociedade.